Após um mês preso, Lula lidera intenção de votos; sem ele Bolsonaro vence em quase todos os cenários

O ex-presidente Lula, preso na superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde 7 de abril, continua liderando a corrida eleitoral deste ano segundo pesquisa CNT/MDA divulgada nesta segunda-feira. No levantamento estimulado (no qual os pesquisadores mencionam o nome dos candidatos) o petista está à frente dos demais concorrentes no primeiro turno com 32,4 % das intenções de voto. Ele é seguido por Jair Bolsonaro (PSL) com 16,7%, Marina Silva (Rede) com 7,6%, Ciro Gomes (PDT) com 5,4% e Geraldo Alckmin (PSDB) com 4%. Os demais candidatos, dentre eles o presidente Michel Temer (PMDB), não alcançaram 1% da preferência dos eleitores.

Lula também lidera as simulações de segundo turno, vencendo Alckmin (44,9% a 19,6%), Bolsonaro (45,7% a 25,9%), Henrique Meirelles (47,1% a 13,3%), Marina Silva(44,4% a 21%) e Temer (49% a 8,3%).

A pesquisa também perguntou aos entrevistados o que acham da condenação do ex-presidente: para 51% deles a prisão de Lula é justa. Além disso 49,9% consideram que ele não disputará as eleições, contra 40,8% de pessoas que acreditam que o petista estará no páreo.

O levantamento CNT/MDA foi realizado de 9 a 12 de maio de 2018 (o petista foi preso em 7 de abril) e divulgada pela Confederação Nacional do Transporte. A pesquisa ouviu 2.002 pessoas 25 unidades federativas de todas as regiões do País, e tem uma margem de erro de 2,2 pontos porcentuais. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-09430/2018.

El País

Deixe sua opinião