Após rompimento, PM mata ex-namorada a tiros.

O soldado, que exercia cargo administrativo na PM, se apresentou na Primeira Companhia do 39º Batalhão.

O soldado Márcio da Silva Lima, 31 anos, foi preso em flagrante depois de matar a ex-namorada, Janaina Mitiko a tiros. O crime aconteceu no bairro Vila Verde, próximo a Itaquera, na zona leste de São Paulo. Após homicídio, o soldado, que exercia cargo administrativo na PM, se apresentou na Primeira Companhia do 39º Batalhão. Ele foi detido em flagrante pelo homicídio e transferido posteriormente para o presídio militar Romão Gomes.

De acordo com o registro policial, o crime aconteceu em frente à casa da vítima. Ela teria terminado o namoro com o PM no fim do ano passado, após um ano e meio de relacionamento. O rompimento teria se dado após uma agressão do PM contra ela.

Depois disso, a vítima teria sido ameaçada por ele por meio de ligações telefônicas e pelas redes sociais. O soldado aguardou a chegada da vítima dentro de um carro. Ela estava retornando de uma academia quando ocorreram novas agressões e o disparo de vários tiros.

(Conteúdo Veja e Estadão.)

Deixe sua opinião