Adolescente de 17 anos é morta com cinco tiros em Forquilhinha

Uma adolescente de 17 anos, moradora de Forquilhinha, no Sul do Estado, foi morta com cinco tiros na noite desta quarta-feira por volta das 21h40min. Thays Lauriano Pedro estava na casa de uma amiga na companhia de outras quatro pessoas quando um homem invadiu a residência e disparou. A dona da casa, Marilene da Silva Ferraz, 50 anos, foi atingida por um tiro na região lombar, mas passa bem.

Segundo o delegado de Forquilhinha, Eduardo de Mendonça, Thais havia deixado a casa onde morava com o namorado no dia anterior, e se mudado para a casa da amiga. A primeira linha de investigação apontou o namorado como suspeito, mas ele passou a noite na casa dos pais e também não foi reconhecido por quem estava na casa. O autor do homicídio estava encapuzado e portava um revólver calibre 38.

— O pai do garoto ficou a noite inteira com o filho. O rapaz tem álibi. E a mulher que estava na casa disse que não foi ele, mesmo de capuz ela saberia reconhecer. A motivação de crime passional foi descartada até o momento, mas uma segunda linha de investigação já aponta um suspeito para o crime — comentou o delegado, sem dar mais detalhes para não atrapalhar o trabalho da polícia.

O crime ocorreu no bairro Cidade Alta, considerado pela polícia como o mais violento da cidade. A amiga de Thays e filha de Marilene, Luana Cristina Ferraz, 18 anos, também foi agredida, mas não precisou de atendimento. Segundo o Boletim de Ocorrência, o homem surgiu de uma área de matagal que fica em frente à casa, entrou correndo e, ao encontrar com Thays, disparou cinco vezes.

O velório foi no bairro Cidade Baixa, e a família ainda não informou sobre o horário e local do sepultamento. Este é o segundo homicídio do ano na cidade, que tem 22,5 mil habitantes.

Deixe sua opinião