Ações de resposta aos estragos causados pela chuva são apresentados à imprensa

Na manhã desta segunda-feira (9), o prefeito Jonas Oscar Paegle, acompanhado do vice José Ari Vequi e de secretários municipais, concedeu uma entrevista coletiva sobre o panorama do município após a chuva que atingiu Brusque na quinta-feira (5) e o trabalho que vem sendo realizado desde então.
O vice-prefeito destacou o trabalho realizado pela equipe de secretários, servidores e voluntários. “Quero agradecer também o Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar e nossa equipe que prontamente atendeu neste momento difícil. Agora precisamos focar no trabalho daqui para frente para que no próximo verão isso não aconteça”.
O prefeito Jonas Paegle explicou que o cálculo total das perdas ainda não foi efetuado, pois deve mudar até o final da semana. Mesmo assim, hoje mesmo entrarei em contato com a Caixa Econômica Federal para ver as verbas disponíveis para melhor atender a nossa população”.

Durante o evento, o prefeito esclareceu ainda que por meio do decreto de Emergência, assinado na sexta-feira (6), buscará verbas estaduais e federais. “Vamos capitanear recursos para habitação, além de juro zero para nossos microempresários atingidos”.

Defesa Civil

A chuva atingiu 25 bairros do município, deixando 1800 pessoas desalojadas e 20 desabrigadas. Até o momento a Defesa Civil registrou 115 atendimentos, sendo 83 deslizamentos e 32 alagamentos. Foram cerca de 450 residências atingidas, além de 50 empresas, uma igreja e uma Unidade Básica de Saúde. Foram cinco pontes danificadas no município, sendo que uma delas caiu.

Sete residências foram interditadas definitivamente e duas de forma temporária, até que seja feita a obra necessária para a segurança dos moradores. O agente de Defesa Civil, Edevilson Cugiki, ressaltou que todos os números ainda podem sofrer alterações, pois ainda há pessoas procurando o órgão para registrar ocorrências.

Secretaria de Obras

O diretor da Secretaria de Obras, Nik Imhof, destacou o trabalho realizado desde quinta-feira (5), quando foi dado prioridade a retiradas de barreiras. Em seguida, com 14 frentes de trabalho foram realizados serviços de limpeza em 17 regiões, principalmente nos bairros Nova Brasília e Limeira.

Ao todo, até sábado (7) foram recolhidos 37 toneladas de entulho, incluindo móveis e eletrodomésticos. O trabalho intensificado foi contínuo durante todo o final de semana para dar agilidade aos serviços e acesso às localidades.

Secretaria de Assistência Social e Habitação

Desde sexta-feira o abrigo está montado na Arena Brusque. Três famílias foram para o local, sendo que apenas uma delas permanece. A pasta trabalhou com quatro equipes multidisciplinares com psicólogos e assistência social, fazendo visitas aos atingidos e realizando os atendimentos necessários.

Cerca de 350 pessoas foram atendidas, foram distribuídos 62 kits de higiene pessoal, kits de limpeza, kits de roupa de cama, colchões e cestas básicas, sendo que parte destes artigos foram repassados pela Defesa Civil Estadual, além de doações da comunidade.

Samae

Durante todo este período 95% da cidade ficou com abastecimento normal. O Samae sofreu com falta de energia, porém, um gerador funcionou durante 25 horas para abastecer o município. Foram registrados 11 rompimentos de rede. No final de semana foram 60 atendimentos durante o plantão.

Planejamento

A equipe técnica trabalha em conjunto para avaliar danos nas edificações, terrenos e encostas, princialmente para verificar se há riscos para os moradores. Os engenheiros continuam trabalhando na emissão de laudos técnicos, o que deve levar até o final da semana.

Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda

Servidores da secretaria iniciaram nesta segunda-feira (9), uma série de visitas a empresas atingidas pela chuva. O objetivo é, levantar os prejuízos dos comerciantes, em uma parceria com organizações como Ampe, Acibr e CDL. “Muitos não conseguirão reabrir hoje, nem mesmo amanhã, queremos motivá-los e ajudá-los”, ressaltou o secretário João Beuting.

Deixe sua opinião