A PALAVRA CHEFE NÃO CABE MAIS EM UMA ADMINISTRAÇÃO MODERNA, ANALISA O ASSESSOR PARLAMENTAR CEDENIR SIMON

Nesta quinta-feira (26), o EM FOCO entrevistou com exclusividade o assessor dos deputados Décio Lima e Ana Paula Lima, Cedenir Alberto Simon. Ele  analisa o primeiro mês da administração de Jonas Oscar Paegle.
Quanto à chefia de gabinete, ele disse que “a palavra chefe não cabe mais em um governo moderno”. Lembro que a função “é cuidar do planejamento que demanda a organização de uma administração”.
Ele avaliou o governo Paegle como sendo “um governo fraco, limitado pela opinião de uma única pessoa. Uma equipe montada em cima da vontade do chefe de gabinete afastado, não do prefeito ou do vice-prefeito eleitos. Quem está nas funções de secretaria está por uma questão individual. Um prefeito fraco, que colocou um funcionário sem amparo legal. Esperava que o vice-prefeito e o seu partido tivessem mais espaço na administração”.
Disse que torce para este governo dar certo. “Mas temo que este será mais tempo de turbulência política na cidade”, considerando que “o governo que assumiu em janeiro não apresentou planejamento nem novidade. Não tem cuidado com a cidade nem com estratégias, o prefeito parece não ter pulso para coordenação sua equipe”.
Assista a entrevista completa no vídeo que segue.

Deixe sua opinião