1ª JORNADA BRUSQUENSE DE ENFERMAGEM CHEGA AO SEGUNDO DIA COM DIVERSAS PALESTRAS

O segundo e último dia de palestras da 1ª Jornada Brusquense de Enfermagem reserva bastante troca de conhecimentos quando o assunto é a melhoria do atendimento prestado no ambiente hospitalar.

Nesta sexta-feira, 11, a humanização na comunicação dos serviços de saúde, o manejo de ostomias, a vivência da diversidade nas relações interpessoais, o protocolo de morte encefálica e acolhimento à família e, por fim, reflexões do trabalho em equipe em casos de parada cardiorrespiratória irão permear os debates e discussões.

A abertura

Realizada pelo Hospital Azambuja, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, Hospital e Maternidade Dom Joaquim, Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio SC) e Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial em Santa Catarina (Senac SC), a 1ª Jornada Brusquense de Enfermagem teve início durante a tarde desta quinta-feira, 10, no teatro do Seminário de Azambuja.

Com o tema A Enfermagem Protagonista no Cuidado Humanizado, o evento tem como público-alvo estudantes, auxiliares e técnicos em enfermagem, enfermeiros e demais profissionais da área de saúde.

A primeira palestra da jornada foi ministrada por Jerry Schmitz e teve como tema Ética nas Mídias Sociais. Segundo o profissional, o intuito foi conscientizar as pessoas sobre os cuidados com o trato da informação, principalmente tendo como base a legislação e a regulação de saúde e enfermagem vigentes. “Qualquer coisa que colocarmos na mídia pode resultar em algum tipo de dificuldade. Então a gente precisa ter cuidado com isso, com a exposição do paciente, do profissional e da instituição”, comenta.

Para o padre Nélio Schwanke, diretor administrativo da unidade hospitalar, a intenção da jornada é também incentivar os profissionais de saúde, a se dedicarem com mais afinco e carinho às pessoas que sofrem e que, naquele momento, não tem o que mais lhe é caro: a saúde. “É preciso que os profissionais tenham presteza, para que o alívio da dor seja alcançado de maneira mais humanizada. É isso que o hospital, juntamente das demais entidades participantes desta jornada, quer abordar através dos convidados”, afirma.

O secretário municipal de Saúde Humberto Fornari, por sua vez, destacou que todos serão beneficiados com a capacitação: pacientes e servidores. “Queremos que nossa população sinta-se melhor acolhida e que os profissionais de saúde sintam-se melhor para trabalhar”.

Confira a programação de hoje

13h30 – Palestra: Eu, Tu, Ele, Nós: A Vivência da Diversidade nas Relações Interpessoais (ministrada por Douglas Leoni)

14h30 – Palestra: Protocolo de Morte Encefálica e Acolhimento à Família (ministrada pela enfermeira Silvana da Silva Wagner)

16h – Coffee Break

16h30 – Palestra: Parada Cardiorespiratória: Reflexões do Trabalho em Equipe (ministrada pela enfermeira Aline Fagundes Cunha)

Deixe sua opinião